Está com o nome sujo e quer saber se é possível voltar à normalização sem pagar a dívida? Saiba em quanto tempo seu nome pode ficar no Serasa e SPC

Quanto tempo meu nome pode ficar no Serasa e SPC?

Ter o nome no Serasa ou no SPC é um dos maiores medos de todas as pessoas que já possuem cartões, contas a pagar, etc. Quando seu nome consta em alguma dessas empresas o seu poder de compra fica mais restrito por conta da falta de confiança que “carregará consigo”. Descubra quanto tempo o seu nome pode ficar no Serasa e SPC.

Se você tem um nome do Serasa ou SPC, saiba que ele não fica registrado lá até que você quite a dívida.

O que é e quanto tempo o seu nome pode ficar no Serasa e SPC

Primeiramente, vamos entender do que se trata, de fato, o Serasa e SPC. Ambas são empresas particulares, mas contêm um cunho de serviço público.

Elas são, em linhas gerais, um banco de dados que assimila informações como nome completo, CPF, RG, endereço e dados pessoais de todos os cidadãos. Essa “ficha” fica disponível para os bancos e comércio.

Esse cadastro serve para dar um suporte às empresas de crédito ou venda, relatando a essas entidades se o solicitante dos serviços tem alguma dívida em seu nome.

Ou seja, o Serasa e o SPC informam se você está negativado ou, popularmente falando, com o nome sujo.

Muitas pessoas se perguntam sobre a diferença entre essas duas empresas, mas saiba que elas são, praticamente, a mesma coisa.

O SPC é financiado por associações comerciais (Câmaras de Dirigentes Lojistas), enquanto o Serasa é mais uma parceria com os bancos.

Então, simplificando, se você realiza a compra de um produto e não o paga, ou deixa de pagar o restante das mensalidades de um boleto, seu nome é encaminhado ao SPC.

Se você faz um empréstimo não consegue quitá-lo ou não paga sua fatura de cartão de crédito, seu nome será enviado ao Serasa.

Porém, essas empresas trocam suas informações e, no final das contas, o nome da pessoa negativada constará nas duas empresas.

Quando uma pessoa fica com o nome sujo e não consegue, de maneira nenhuma, quitar a sua dívida, em cinco anos as empresas precisam “excluir” os dados e o nome da pessoa é retirado dessas duas listas.

Veja bem, a pessoa ainda será responsável pela dívida, mas os bancos e o comércio não terá acesso a isso.

Não tenho dívidas, mas meu nome foi parar no Serasa e SPC

Algumas pessoas descobrem que seu nome está inadimplente ao tentar conseguir um empréstimo ou realizar um compra, mesmo nunca tendo contraído nenhuma dívida.

Ela não precisa se assustar e se preocupar tanto assim, as confusões feitas pelo Serasa e SPC não são raras.

Nessas ocasiões, a pessoa pode exigir uma indenização pelo constrangimento que causou para o cliente. Sendo esta amparada por Lei, constando no Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8078/90).

Se a pessoa deseja entrar o pedido para uma indenização, ela deve procurar um advogado para que ele facilite todos os trâmites.

Como evitar que meu nome pare no SPC ou Serasa

É comum nos atolarmos em dívidas e ter o nome repassado ao Serasa e no SPC, principalmente por conta de tantos cartões de crédito. Conheça algumas dicas para evitar esse tipo de coisa:

  • Se organize com seus cartões de crédito (tenha sempre em mãos quanto gastou de cada um).
  • Tente guardar uma porcentagem do seu salário para alguma emergência.
  • Não compre coisas desnecessárias de o orçamento está pequeno.
  • Corte gasto superfulos se não há como pagá-los.

Mesmo sabendo quanto tempo seu nome pode ficar no Serasa e SPC, o ideal é evitar ter o nome sujo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *