O que é Taxa Selic e como ela afeta sua vida financeira?

 

É uma situação muito comum quando você ouve na mídia que mais uma vez os noticiários falando que o comitê de política monetária aumentou a taxa básica de juros da economia, a chamada taxa Selic. Mas você sabe o que é taxa Selic e como ela afeta sua vida financeira?

Selic é a sigla para Sistema Especial de Liquidação e Custódia, o sistema que registra e monitora as operações financeiras diárias com títulos públicos, e a taxa Selic afeta diretamente no seu bolso.

A inflação, os juros praticados no mercado, o câmbio de moedas estrangeiras e até mesmo a conta do seu cartão de crédito são influenciados pela Selic. Entenda mais:

Como funciona a Selic?

A taxa Selic é a média de juros que o governo brasileiro paga por empréstimos tomados dos bancos. Quando a Selic aumenta, os bancos preferem emprestar ao governo, porque geralmente paga bem.

Já quando a Selic diminui, os bancos preferem emprestar dinheiro ao consumidor porque isso permite conseguir um lucro maior. Assim, quanto maior a Selic, mais caro fica o crédito que os bancos oferecem a população, já que há menos dinheiro disponível.

Porque a Selic é importante na economia?

O governo usa essa taxa como instrumento para controlar a inflação. Se a Selic é alta, significa que há menos dinheiro circulando e menos procura por produtos e serviços à venda. Se a demanda é menor, os preços caem.

A Selic também ajuda a controlar a entrada de investimentos estrangeiros. Quem investe em títulos brasileiros ganha com os juros altos, o que faz entrar mais dinheiro no país. Quanto mais dólares entram no país, menor a cotação dessa moeda por aqui.

Qual o impacto disso no seu bolso?

É a Selic que dá a medida das outras taxas de juros usadas no país: do cheque especial, do crediário, dos cartões de crédito, da poupança. É a partir dela que os bancos calculam quanto cobrarão de juros para conceder um empréstimo. Quanto menor a Selic, mais em conta fica esse serviço para o consumidor.

Entretanto, essa relação não é direta. Quando o Banco Central reduz a Selic, essa queda demora a chegar ao consumidor. Isso acontece porque os bancos também cobram, em forma de juros, impostos (IOF), inadimplência, seus custos e seu lucro.

Como a Selic também influencia os juros que os bancos pagam quando emprestam dinheiro de alguém, o consumidor também pode ganhar com isso. Em geral, quanto maior a Selic, maior o rendimento das aplicações de renda fixa, como poupança.

Como é decidido o valor da taxa de juros?

A Selic é decidida em reunião do Copom, também chamado de Comitê de Politica Monetária, formado pela diretoria do Banco Central. São realizados oito encontros por ano, sendo um a cada quarenta e cinco dias. Existem dois tipos de taxa Selic:

  • Taxa Selic meta

Essa taxa é a meta que o Copom estipula para os juros básicos do país nas reuniões realizadas. A taxa sofre variações diariamente, mas sempre fica muito próxima à meta.

  • Taxa Selic over

Além da taxa Selic meta, existe ainda a taxa Selic over. Ela é a média ponderada de todas as operações financeiras registradas no sistema Selic lastreadas em títulos públicos federais.

Essas operações são aquelas que os bancos precisam fazer todos os dias para zerar suas posições financeiras. A média ponderada dos juros pagos por esses depósitos que os bancos fazem constitui a taxa Selic over.

Agora que você já o que é taxa Selic e como ela afeta sua vida financeira, fique atento para fazer bons negócios e investir da melhor maneira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *