Muitos lojistas têm dúvidas a respeito do que fazer quando algum cliente deixa de pagar. Cuidados que todo lojista deve ter em ao incluir um nome no SPC – Confira!

Cuidados que todo lojista deve ter em ao incluir um nome no SPC – Confira!

Se você tem algum tipo de comércio já deve ter se deparado com algum cliente que não pagou a dívida. Nesse momento, a primeira coisa que você pensa é como fazer para colocar o nome dele no SPC. Não é nada muito difícil, mas confira os cuidados que todo lojista deve ter em ao incluir um nome no SPC!

Nesse artigo você vai descobrir os que o lojista deve fazer para incluir o nome no SPC e muito mais!

Cuidados que todo lojista deve ter em ao incluir um nome no SPC

Antes de o lojista incluir um nome no SPC ele deve ter consciência de que há alguns protocolos que ele deve seguir.

Não é nada muito complexo, mas para que ele não saia como errado da situação, o melhor é seguir os seguintes cuidados:

  • Aguarde até 30 dias antes de repassar o nome. O lojista está no direito de repassar o nome ao SPC no instante em que uma dívida é formada, mas ele pode acabar perdendo com isso. Além do mais, às vezes o cliente simplesmente esqueceu-se de pagar.
  • Entre esse prazo de trinta dias se completarem, é indicado comunicar o devedor com uma série de avisos. Ele pode estar viajando, atolado de trabalho, enfim, nem sempre a falta de pagamento é pela falta de dinheiro. Isso pode poupar dor de cabeça para ambos os lados.
  • Não se esqueça de retirar o nome do SPC caso a dívida seja paga pelo devedor.
  • Após o pagamento ou renegociação da dívida, o lojista tem o prazo de cinco dias úteis para fazer a retirada do nome do comprador do SPC. Caso isso não seja feito, o cliente pode responsabilizar a loja por cadastro irregular.
  • Não erre o nome do cliente ao enviá-lo para o SPC. Parece exagero, mas muitos lojistas passam o nome errado e isso pode gerar uma confusão futuramente. O mais ideal é conferi-lo com calma para certificar-se de que não há erros.

Em resumo, o lojista deve alertar e tentar negociar a divida com o devedor, caso isso não dê certo, é preciso inserir o nome do mesmo no SPC e, se a dívida for paga, retirá-lo em até 5 dias úteis.

Esses são os maiores cuidados que todo lojista deve ter em ao incluir um nome no SPC.

Qual a diferença entre SPC e Serasa

Muitos lojistas se perguntam qual a diferença entre SPC e Serasa na hora de incluir um nome em alguma dessas empresas.

O Serasa é destinado àqueles que não pagaram suas dívidas em bancos, como empréstimos ou faturas de cartão de crédito.

Já o SPC é destinado ao comércio, e é por isso que o lojista deve incluir o nome no SPC e não no Serasa.

Mas, de resto, as duas empresas são, basicamente, a mesma coisa. Ambas arquivam e “divulgam” os nomes das pessoas negativadas para que as firmas tenham acesso a isso.

Os problemas que os lojistas têm com os compradores inadimplentes

Após o lojista incluir o nome no SPC, poucas são as pessoas que realmente pagam a dívida, principalmente se ela for alta.

Até porque, se o cliente não pagou a dívida mesmo com todos os alertas, significa que ele não o fez por falta de dinheiro. Então, não há muito que ele possa fazer nesses casos.

Às vezes o lojista pode sair perdendo, principalmente porque após 5 anos o nome do devedor é retirado do cadastro. Mas, independente, siga os cuidados que todo lojista deve ter em ao incluir um nome no SPC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *